em dias de chuva, guarde a felicidade no bolso para que esta permaneça seca.

são minúsculos tsunamis em xícaras de café e pequenos terremotos em caixas de areia de parquinhos infantis

são infinitas e singelas tempestades elétricas no abajur ao lado da cama e pequenos suicídios coletivos em comunidades de Playmobil

são nevascas destruindo picolés no congelador e chuvas torrenciais dentro de boxes em kitnets solitárias da cidade

são tímidos incêndios consumindo pulmões (e por que não corações?) em lugares que sequer estão marcados no google maps

são pontos cegos de retrovisores que causam acidentes na sua sala de estar e enchentes que desabrigam famílias de pequeninos seres ao seu redor

são testes de armas nucleares em campos de mini golfe e são guerras frias nos 35 graus do verão aqui no sul

são condomínios inteiros de peças de lego desabando e são pinturas históricas coladas na sua geladeira corroendo com o tempo

são estantes de livros e sofás trocando as primeiras indelicadezas e são os tiros a queima roupa destruindo o seu look do dia

é o mundo inteiro e hoje, mais que nunca, é você. unicamente você e essas pequenas tragédias, completamente avassaladoras e praticamente imperceptíveis

e são seus músculos mais fortes com tendência ao sentimento

e é aquele momento devastador, em que você percebe que nunca mais será 100% feliz e isso é algo que te pertence para o resto da vida

Anúncios

One thought on “em dias de chuva, guarde a felicidade no bolso para que esta permaneça seca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s